quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

EDUCAÇÃO, ONDE COMEÇA E COMO?

Mais uma ano se inicia, e com ele tenho muito conteúdo que eu gostaria de compartilhar por aqui, vou tentar ao máximo me expressar por aqui ja que a troca de experiencias pode sempre trazer mais informação e informação nunca é demais!
Quando se fala em educação, ha um leque enorme onde essa palavra se engloba, pode ser a educação escolar, pode ser a educação social, pode ser a educação familiar, infantil e poderia ficar aqui por algum tempo até conseguir listar todos os tipos em que a educação se encaixa.
Mas vou partir do principio da educação daquela que chamamos de berço, e hoje em dia tem sido berço literalmente. Ta me acompanhando?
 Ja explico!

Acontece que quando um bebê nasce, muito do que ele vai ser, vai depender do que a ele sera ensinado no decorrer de sua vida até conseguir caminhar com sua próprias pernas e se expressar com suas palavras, e para chegar até ai, os pais são o caminho que o conduzirão.
Tenho dois filhos, rapazes na verdade, meu filho mais velho terminou a faculdade esse ano, olho pra ele ja com barba na cara e me orgulho o tipo de homem que ele se transformou, parte pelo que ele é, mas parte pela educação que recebeu em casa.
O meu filho mais novo, vai pelo mesmo caminho, não são porque são meus filhos, mas em uma analise geral e por conhecer pessoas que também tem filhos na mesma idade ou parecidas, sei que tenho muito do que me orgulhar.
Papel de pai e mãe não são nada fácil, a gente não tem manual de instrução, então a gente conta com os capítulos da vida alheia pra se guiar, para ter um parâmetro.
Geralmente nossos pais, e avós acabam sendo um ponto de referencia bem marcante.... alias eram, ha uns anos, para muitos papais de primeira viagem o ponto de referencias, são os pediatras, sim aquele medico que acompanha o crescimento, vacinas, peso etc. Um estranho que a gente escolhe, por indicação, por sorte, por simpatizar, por que cuidou do filho de sicrano e beltrano e é bom médico!
Não tenho nada contra, acho mesmo necessário, ter alguém de confiança para cuidar desses assuntos médicos, mas criação e educação, não é um assunto médico para terceirizar, porque esses profissionais não recorrem a terceiros para educar suas crias com certeza, fazem partindo do principio do que aprenderam, estudaram e muitos não fazem o que pregam.
O que quero dizer que os papais jovens tem achado com certa frequência que seus papais estão defasados no modo educação, que eles estão desatualizados sobre criação de crianças.
Digo isso, pois acompanho uma grande quantidade de mamães e papais de primeira viagem, e nos bate papo percebo que pais e avós nunca são consultados, ''estão velhos'', é o que ouço com mais frequência.
É certo que os tempos mudaram e a gente tem que se renovar, mas ha valores que acredito permanecer pela vida toda.
Hoje em dia a educação parte de que a criança deve passar parte do tempo chorando até cansar e dormir por conta no berço, isso vai ensinar que ele não vai ter colo a hora que quiser, e vai dar tempo pra mãe fazer algumas coisas do seus afazeres de casa.
Parto do principio que as crianças crescem e antes mesmo que a gente se dê conta se tornam moças e rapazes, e tudo o que a gente gostaria as vezes é que eles pedissem um colinho.
Vejo pais cansados e sem paciência, esgotados, o que ca entre nós no primeiro ano de bebê em casa é super normal.
O que ninguém nunca comenta é que isso passa, assim como tudo.Cada encanto de cada fase passa, e ai muda a magia do mundo entre pais e filhos.
Cada fase traz seus apertos, medos, erros e acertos, faz parte do ciclo.
Porém sou muito contraria as teorias atuais sobre como e o que, fazer com um bebê.
Me lembro que assim que meu filho nasceu, a minha vó o embalou em um cueiro ficou parecendo um casulo,
era exatamente assim que eles ficavam por dois meses quase ate estarem durinhos!!!

me ensinou como fazia, e ai de mim se não o fizesse, foi para mim uma das melhores coisas que minha vó me ensinou, a segunda coisa foi dar chá para meus meninos a partir dos 10 dias de nascido. Naquela época a pediatra do meu filho ja era contra as muitas dicas da vovó, mas entre ela e minha vó optei por ouvir minha vó e não me arrependi.
Enfim eu sei que cada um é cada um, mas sou grata aos ensinamentos que minha vó me passou, afinal ela pariu 10 filhos em casa, nunca precisou de médico lhe dizer o que fazer, os ensinamentos, a educação de uma mãe se passava de uma para outra!
Penso mesmo que chega a ser como em qualquer âmbito profissional, um administrador recém formado, mesmo que feito a melhor e mais atual faculdade nunca vai poder competir com aquele administrador que ja esta  ha 20 anos na empresa.
Dosar é a palavra chave, porém, deixar as dicas de criação de um filho para um estranho, que nunca me viu, mal me conhece é para mim algo assustador.
Vamos aprendendo, pais e filhos no dia-a-dia, dicas da vovó ou da mamãe são as melhores, pois além de terem visto a gente crescer, pode identificar muito de nós nos nossos filhos, e ajudar-nos ajustar muitas coisas com base nas referencias que elas conhecem, um estranho não sabe nada sobre nós, nossa historia, nossos medos,nosso desenvolvimento, sobre nossa educação, o que nos levou a chegar onde chegamos, a ser o que somos!


Bjucas soOonhadoras, com cheirinho de vó pra vocês!

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Meu 40º Natal....

O natal ja foi para mim uma época das mais esperadas, eu disse ja foi, mas me dei conta por estes tempos que ainda é!
A época de Natal sempre me cheirou a férias, especialmente porque nessa época é quando parece que conseguimos nos reunir em casa com os filhos de forma a aproveitar com ainda mais encanto alguns dias, sem pressa, sem neuras de nenhuma especie, apenas aproveitar a época das festas de fim de ano.
Lembro-me na época de adolescente, a maior alegria era ir na casa de amigas, um pouquinho na casa de cada uma, comer dos quitutes que haviam e  apos a meia noite andar pelas ruas do bairro cumprimentar os conhecidos e vizinhos,e com um pouco de sorte achar aquela paquerinha e conseguir um beijinho de feliz Natal. Afinal não era todo dia que a gente conseguia andar pelas ruas após a meia noite isso na época dos meus 14/15 anos era ter um tipo de alvará, poder ficar na rua com as amigas até depois da meia noite.
Depois veio a época de namoro, me lembro do primeiro Natal que passei com meu namorado que hoje vem a ser meu marido, foi legal, mas a memoria me pregou uma peça e não ha na minha mente nenhum detalhe que me reaviva essa lembrança de forma muitíssimo especial. E então entre os 16 anos até meus 22 acho, me lembro apenas da vontade imensa de ter uma arvore de natal, por conta do meu filho, achava mesmo importante reavivar nele essa coisa de Natal, Papai Noel e tudo que inclui essa época, mas essa data começou a ser mesmo especial quando ele ja tinha uns 5 anos, foi o primeiro Natal que eu comprei um pinheiro de verdade, bolas, pisca-pisca, e enfeitei, junto com algumas vizinhas arrumamos um senhor que se vestiu de Papai Noel e foi nas casas levar os presentes, foi magico! Foi o primeiro ano que reuni minha família e a do marido e festejamos, o pessoal dormiu em casa, e foram dois dias de festas bem intensas...
Desde então, sempre quiz que os Natais fossem sinônimos de família, não de reunirmos com as respectivas nossas, mas de estarmos nós 4 juntos.
Por ser época de ferias, geralmente passamos uns 10 anos viajando nesta época, mas desde o ano passado, temos ficado por aqui, confesso que por uma força maior, que é financeira, não conseguimos planejar nada, e de novo esse ano a ceia e a comemoração desta data sera na minha casa, reunindo a minha família e a do marido de novo.
Muitas vezes a gente não entende bem as coisas, e até não estamos dispostos a ver as coisas como tem que ser vistas, mas por esses dias parei e pensei, e acho que foi a forma que Deus achou para me mostrar que é importante manter certos laços, ja que eu julgo essa época tão importante de modo que tenho que estar com meus filhos, então porque nossas mães não tem os mesmos direito de nos manter por perto nem que seja nessa época do amor onde a palavra família passa a ter um peso bem maior.
Na verdade em casa coisa importante mesmo é a família, mas nessa época sinto que ha uma necessidade de expansão de família, onde os muros do meu lar tem que ser derrubados dando lugar ha outras famílias, e assim formarmos uma grande família, unida com amor e respeito, mesmo que seja por apenas nessa época, é uma forma de renovar nossos laços, de dizer que estamos aqui e como cada pessoa é importante para nós!!!
Bem finalizo aqui esse ano, aproveitarei minhas férias e volto ano que vem, e cada uma que aqui me acompanha deixo meu imenso abraço de Natal, desejo que o dia seja muito especial e que vocês estejam com todas as pessoas que são de fato especiais para vocês.
Um Feliz Natal e um 2018 de muitas realizações!!!
Bjucas ainda mais SoOonhadoras pra vocês....afinal não ha época mais sonhadora que o Natal!

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

O MELHOR DE TODOS OS SENTIDOS

Com certeza,  poder enxergar, tocar, são sentidos maravilhosos, poder sentir sabores é muito bom.
Mas o sentido que mais aflora em mim minhas emoções e lembranças é o olfato.
O olfato nos leva de volta ao passado nas melhores e as vezes nas piores lembranças em questão de milésimos de segundos.
Fala a verdade tem coisa melhor que acordar com cheirinho de café???

E uma mesa de café da manhã com todos aqueles aromas  misturados de  pães, frutas, leite quente, achocolatado, bolos....

Muitas vezes a gente pensa que não esta com fome mas basta um cheiro de uma comidinha caseira invadir nosso nariz e pronto a fome bate como cometa no estomago!

Agora vai chegando fim de ano, época de festas, nada como um bom lombo de porco assando no forno pra gente lembrar que opa é Natal!!! isso pode acontecer em qualquer época do ano na verdade, mas cheiro de lombo assado pra mim tem cheiro de natal, portanto quando faço em qualquer outra época do ano é um natal fora de época pra mim!

Para apreciadores de vinho e mesmo eu que conheço muito pouco, poder distinguir os aromas vindo deles, como terra molhada, chocolate e até pimenta chega a ser quase mágica! Mas é preciso treino!

Eu tenho na memoria muitas lembranças dos meus filhos quando pequenos, porém, muitas delas eu nem sei que possuo, mas basta um cheirinho em especial, e sou capaz de lembrar de coisas sobre eles que eu pensei jamais poder ter lembrado.
A mesma coisa acontece com algumas situações do meu casamento, quando tento lembrar de certas coisas, certos momentos e não consigo tenho a consciência que basta o cheiro certo e a lembrança vai surgir tão certa como 2+2=4!
Toda lembrança tem um cheiro, tem gente que guarda suas memorias com canções, as minhas todas são cheiros... sera que mais alguém é assim?
Bisnaguinha com manteiga e suco artificial de laranja me leva na hora do recreio no meu primeiro ano de colégio, e através desse cheiro posso lembrar do nome da professora.....
O odor do mato molhado misturado com esterco de cavalo(isso mesmo gente coco), me lembra os melhores fins de semanas da infância quando ia pro interior com minha vó na casa dos tios.
O perfume de lavanda me leva ao inicio da minha adolescência, poque meu primeiro perfume se chamava Lavanda Pop da Boticário e eu nem sei se existe ainda.

Cheiro de bolo assando me lembra a minha vó, mas não é cheiro de qualquer bolo, é cheiro de bolo simples, bolo de bolo sabe, sem ser chocolate, fubá ou cenoura, apenas bolo.

Frango com coentro e macarronada com bastante cebola no molho e ervilhas me lembra os almoços de domingo que minha vó fazia. odeio coentro mas o frango dela era incontestável de bom.

Depois tem o cheiro do creme Johnson que minha tia usava, me lembro dela de toca no cabelo.

Tem o cheiro de um determinado shampoo que me lembra meu marido no inicio do namoro, e alguns cheiros de cigarro também, porque na época fumava. Alias o cheiro de cigarro misturado a bala halls me lembra os beijos nele.
Lembro do cheiro do dia do meu casamento, do dia que meus filhos nasceram, da primeira vez que vi o mar, da primeira viagem de avião, dos parques da Disney, de Fernando de Noronha, basta eu fechar os olhos e só pensar em algo que os cheiros, todos eles vem, e as vezes o cheiro vem primeiro e as lembranças na sequencia.
Agora trabalhando mais perto de casa tenho a oportunidade de ir almoçar em casa, e andando pelas ruas, sinto o cheiro de bife nas casas,

 do alho dourando pro arroz

 da roupa limpa no varal 

e tenho me recordado todos os dias de quando menina, vinha da escola para casa de a pé com as amigas e sentia todos esses cheiros pelo caminho...

Os cheiros trazem muitas lembranças, carregadas de saudade, eles se vão mas a saudade fica!

E Você qual o cheiro que te traz boas lembranças?

*Todas as imagens foram tiradas da internet

Bjucas soOonhadoras pra vocês e cheias de boas lembranças carregadas dos melhores cheiros!

terça-feira, 31 de outubro de 2017

SERA O FIM DO UBER NO BRASIL?

É gente aqui não ta fácil não ne´?!
Quando se conquista certas ''regalias'' o nosso amado governo sempre da um jeito de podar nossas pernocas...
Digo isso porque depois de algum tempo que conseguimos nos familiarizar com os aplicativos de transportes particulares como uber, cabify entre alguns mais novos, saiu uma tal de PLC28, onde esta em votação uma lei para ''registrar'' esses prestadores, ou seja, transforma-los em táxi.
É muito difícil ver que quando pessoas estão tentando sobreviver a crise que esta pegando sem freios este país, onde pessoas estão tentando ganhar seu pão de cada dia, ha aqueles que ja no poder ganhando seus fartos salários acham um meio de ganhar mais. Sim porque se esta faltando dinheiro no município é que parte do recolhimento vai para não sei onde.... ou sera que sei?!
Sabemos obvio, uma avalanche de impostos...paga-se para comprar, paga-se para vender...e quando aparece algo em que eles não estão ganhando nada em cima, pronto, eles mexem os pauzinhos e dão um jeito...tomara que não de certo, tomara que isso não va pra frente, porque estava tão bom e é tão fácil ter esse tipo de prestador de serviço a nossa disposição, com valores realmente justos....
O jeito e aguardar e torcer para que não dê em nada isso.




Bjucas amigas

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Estou cansada!

Estou cansada, de ser a esponja que puxa tudo pra si, seja bom ou ruim.
Embora que o que é bom pouco ou nada me deixam, pelo contrario só me usam pra deixar rastros de negatividade, só dispensa e eu fico exatamente como a esponja de louça que a gente espreme mas insiste sempre em estar úmida .
Estou cansada, na verdade estou farta! Farta de sempre ser a positiva, é que é difícil ao extremo ser sempre a que vê o lado bom de tudo, até porque é difícil ver sempre o bom se sempre tem alguém te lembrando do ruim, é verdadeiramente estafante!
Estou cansada da sensação de estar carregando o peso do mundo na minha costa, e olha que o mundo é grande e se pensar profundamente eu não teria tal capacidade, mas acontece que me refiro ao mundo do meu redor...
Estou demasiado cansada de ser a legal, de ter que colocar um sorriso no rosto, de empurrar quem empaca, de ver o lado bonito de tudo, e tentar mostrar aos ''cegos'' o que a vida nos da de melhor.
Sabe eu também tenho meus dias ruins, os dias em que eu não quero falar, e nem ouvir, eu também tenho meus altos e baixos dias em que eu não quero, ou melhor dias em que eu quero tudo...
Ha dias que eu quero que alguém seja uma esponja pra mim, que coloque seu melhor sorriso no rosto que me mostre o lado lindo de tudo e que me diga para ter calma que vai ficar tudo bem.
Eu quero alguém que me mostre a positividade da vida nas coisas mais simples e singela.
Porque tudo o que quero  é fácil, simples de se dar, porque é de graça e chama amor!

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Tenho saudade....

Tenho saudade daquela menina de cabelos longos em rabo de cavalo meio ondulado meio liso de fio reto, de olhos cor de Whisky , brilhantes cheios de vida, de pele cor jambo, algo natural da mistura de sua hereditariedade.
Tenho saudade, daqueles sonhos que abrilhantavam seus dias, dos dias que eram mágicos e que brincar com formigas era uma distração que nada podia ser melhor que aquilo.
Tenho saudades das outras memorias, daquelas que ja não possuo porque o tempo, esses implacável tempo faz questão de levar , as memorias, muitas das melhores dela.
Tenho saudade, daquela velhinha de lenço nos cabelos, de jeito calmo e que sempre dizia que a vida que levava naquela época era o céu, comparado com sofrimentos que a levou até ali.
Tenho saudade daquela mulher que sempre nas visitas semanais me levava doces e balas, o que explica com toda certeza a minha tara por açúcar.
Tenho saudades, dos natais, das pascoas...das viagens pro interior, dos passeios de charretes, do cheiro de curral e das longas horas de viagem no ônibus que partia da rodoviária.
Saudade de um tempo que eu sei que não volta, mas que eu não tenho certeza se consegui viver de forma 100%, saudade das coisas que tive, dos poucos mais muito importantes brinquedos que ganhei, dos tios que me mimavam.... da tia que chamava aquela garotinha de ''pituquinha''.
Coisinhas tão singelas e pequenas mas que trouxeram a mim, aquela garotinha as melhores memorias de infância.
Eu tenho saudade até das calcinhas que a vó era quem costurava pra mim, havia uma especial vermelhinha de bolinhas brancas , que nos dias de hoje tal estampa recebeu nome de poá, embora eu não saiba se ja era chamado assim naquela época.
Saudade de ao voltar do colégio de a pé brincando com as amigas no caminho, encontrar aquela velhinha, sentadinha na sua cadeira, encostada no portão fazendo seu crochê enquanto suas costas se aqueciam ao sol nas tarde de outono.
Mas hoje, hoje nesse momento em que escrevo esse post tudo o que eu queria era que ela estivesse la na casinha dela so pra eu ligar pra ela e dizer: ''Oi vó é a nenê''!

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

AMO MAIS BICHO DO QUE GENTE...

Quanto mais tempo passa, mais me sinto próxima aos animais em um todo, e  há quem interessar possa, eu não sou vegana , nem vegetariana, embora esse seja um estilo de vida que eu acho muito valido, muito lindo e muito sincero, mas mesmo sendo uma pessoa que come carne, ainda assim preso por respeito ao que consumo, mas com certeza não sou a pessoa mais indicada para entrar nesse mérito da questão.
O fato de consumir carne não faz de mim uma pessoa menos disponível a amar os animais, a não ter por eles um sentimento sincero, eu sigo inúmeros cachorros e pássaros no instagram,  é tão lindo compartilhar com pessoas que sentem por esses seres o mesmo respeito , amor, cuidado e afeição que sinto, talvez com um certo exagero de minha parte, mas são de pessoas com esse amor pelos animais que me faz ter esperança e saber que há pessoas melhores no mundo, não que eu me considere melhor por isso, mas eu acho que quando se é capaz de respeitar outras formas de vida que não seja  a sua própria  a algo de mais iluminado nos nossos corações não há?
Hoje quando escrevo este post, uma super protetora da causa animal invadiu um canil clandestino (https://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/ong-de-luisa-mell-resgata-135-caes-de-maus-tratos-em-canil-de-osasco.ghtml), e as cenas, as poucas que consegui ver são de fato triste e deploráveis, são coisas que evito ver, mas devido uns e outros que sigo  e que seguem ela, acabou chegando até mim.
Quando vemos que um ser humano que se diz racional, permitir que animais vivam daquela forma é saber que há um mal muito grande nesse mundo, e que mora dentro desses seres que  se dizem humanos.
Há uma campanha sobre comprar animais, cachorros principalmente, na verdade a campanha é para que se adote animais, e não compre, há muita coisa a ser mudada nessa questão aqui em nosso pais, mas a maior mudança vem  de dentro de nós.
Se comparado com tempos atrás, anos na verdade, o mundo pet hoje tomou uma nova rota, eles são mais respeitados, não se alimentam dos restos de comida de seus donos como antigamente, tem rações especiais, tratamento especiais....mas isso assim como para nós é para um pequena minoria, que consegue ter tutores com senso de respeito e humanidade.
Seria uma causa que eu abraçaria se financeiramente  se tivesse condições, eu não tenho, mas muitos tem, ajudo no que posso em uma causa aqui e outra la, mas tudo que sei é que enquanto eu respirar por inúmeras vezes  na minha vida e por motivos incontestáveis vou preferir bicho do que gente!
Porque sem generalizar, nós somos a pior raça existente nesse mundo!
Dor é dor, não importa... todos seres são capazes de sentir dor!!!
E para pensar:







Obrigada por me acompanharem!